Cartão de crédito para MEI – Veja como solicitar seu cartão BNDES

cartão BNDES para MEI saiba como solicitar

Ser Microempreendedor Individual tem suas vantagens, dentre elas impostos mais baixos com acesso a benefícios previdenciários, possibilidade de emitir nota fiscal, juros mais baixos dentre outros.

O MEI também pode abrir conta corrente pessoa jurídica, e agora o MEI pode ter cartão de crédito.

Vamos ver abaixo como solicitar o cartão de crédito do BNDES para o Microempreendedor Individual, as vantagens de ter um cartão BNDES, e em que se pode utiliza-lo.

O que é cartão de crédito?

Provavelmente agora você vai rolar esta página para o próximo tópico pois diz para si mesmo que já sabe o que é um cartão de crédito. Bom, mesmo assim recomendo que leia.

Cartão de crédito é uma forma de empréstimo feita por instituições financeiras com prazo de pagamento de 40 dias, sim um cartão que contem um limite de crédito concedido pelas instituições financeiras que é definido de acordo com a renda da pessoa física (CPF) ou no caso da pessoa jurídica (CNPJ) é definido com base no faturamento mensal da empresa.

Além da renda e faturamento, outras análises de créditos são realizadas pelas instituições financeiras antes de conceder um cartão ao interessado.

Como solicitar o cartão de crédito do BNDES para o MEI?

O processo de solicitação é feito online, para isso:

  • Acesse o site do BNDES, e clique em “solicite seu cartão”;
  • Informe seu CNPJ e sua classificação nacional de atividades econômicas (CNAE);
  • Selecione o banco que você já possui conta corrente (Bradesco, Caixa, Itaú e outros);
  • Ao final, preencha a proposta de solicitação do cartão.
Para encontrar o numero do CNAE solicitado no portal, você precisa estar de posse do cartão CNPJ do seu MEI, e localizar o campo como mostra a imagem abaixo, se você não tem o cartão clique aqui para saber como gerar.
Cartão de crédito para MEI - Veja como solicitar seu cartão BNDES
OBS: Se o seu banco é: Banco do Brasil, Banco do Nordeste ou Itaú, estes bancos não estão habilitados a receber as solicitações de Cartão BNDES pelo Portal no momento. Caso estes sejam os emissores de seu interesse, procure diretamente o gerente na sua agência de relacionamento.
Depois de solicitar o cartão BNDES no portal, você deve separar a seguinte documentação e entregar no banco escolhido no momento da solicitação:
  1. Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI)
  2. Certidão Negativa de Débitos Federais ou Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Federais.
  3. Certificado de Regularidade do FGTS.
  4. Declaração na qual ateste, em síntese, estar com a sua situação regularizada perante os órgãos públicos e a legislação pertinentes, conforme modelo disponível no menu “Regras” do site do Cartão BNDES – Clique aqui para baixar um modelo.

Clique aqui para aprender a gerar as certidões negativas.

Qual o tempo minimo de atividade da empresa para conseguir o cartão BNDES?

O BNDES não exige um tempo mínimo, mas os bancos emissores, que são os responsáveis pela liberação do crédito podem exigir, veja as regras para cada banco:

BANCO DO BRASIL: Não há restrição quanto ao tempo de atividade do cliente.

BANCO DO NORDESTE: Existe a exigência de a empresa ter o tempo mínimo de constituição e faturamento de 12 meses, além de ser correntista do banco emissor.

BANESTES: Não há restrição quanto ao tempo de atividade do cliente.

BANRISUL: Existe a exigência de a empresa ter um tempo mínimo de constituição de 12 meses.

BRADESCO: Não há restrição quanto ao tempo de atividade do cliente, dependendo apenas do relacionamento entre ele e o banco emissor.

BRDE: Não há exigência quanto ao tempo mínimo de constituição da empresa.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL: A empresa deverá:

  1. Ter 12 meses de tempo de constituição e faturamento fiscal de, no mínimo, 12 meses;
  2. Estar enquadrada como micro, pequena ou média empresa e apresentar, no ano anterior ao da contratação, faturamento bruto anual de até R$ 300 milhões, compatível com o modelo de análise de risco de crédito;
  3. Ser correntista da Caixa, operação 003 ou 022, pelo tempo mínimo de 12 meses.

ITAÚ: O cliente deverá ter, no mínimo, 6 meses de abertura de conta no banco.

SANTANDER: Para processos automatizados de concessão do Cartão BNDES, sem a participação da equipe de crédito do banco emissor, é necessário que o cliente comprove 2 anos de atuação na atividade.

Eventuais casos em que o solicitante não atinja essa marca, é necessária a avaliação do gerente da conta corrente, que visita o cliente e elabora defesa junto à Diretoria de Crédito do Santander, que, então, fará a avaliação para aprovação ou não do limite solicitado.

SICOOB: Não há exigência quanto ao tempo mínimo de constituição da empresa.

SICREDI: Não estipulou regra referente a empresas recém-constituídas. No entanto, podem existir cooperativas de crédito que exijam um tempo mínimo de constituição da empresa. Para obter mais informações, entre em contato com a sua agência.

Atenção: As regras de cada banco acima citadas, foram retiradas diretamente do portal do BNDES, para uma melhor consulta das regras individuais de cada banco, procure diretamente o gerente do seu banco de preferencia.

 

O Cartão BNDES está sujeito a aprovação de crédito?

Sim, como todo cartão de crédito, o cartão BNDES também está sujeito a análise de crédito, a diferença é que esta análise não é feita pelo BNDES mas sim pelos bancos emissores.

O BNDES é responsável apenas em prover os recursos, já a parte burocrática e emissão de faturas é de responsabilidade dos bancos emissores.

O que eu posso comprar com o cartão BNDES?

Bens novos, insumos e serviços autorizados, expostos no site www.cartaobndes.gov.br, que vão desde computadores até motos, caminhões e veículos, incluindo:

  •  máquinas e equipamentos;
  •  embalagens;
  •  insumos: agropecuários, gráficos, para os setores de fabricação de móveis, têxtil e de confecção, de embalagens, coureiro-calçadista e de rochas ornamentais;
  •  peças para veículos, embarcações, aeronaves, motocicletas, quadriciclos e triciclos;
  •  pneus para veículos, máquinas industriais, rodoviárias e agrícolas, aeronaves e motocicletas de até 300 cilindradas;
  •  laminados de aço e de outros metais não-ferrosos, resinas e laminados plásticos, farinha de trigo para panificação, papéis para impressão e fabricação de embalagens, papéis tissue e especiais;
  •  partes, peças e componentes utilizados na industrialização, manutenção e modernização de bens de capital e equipamentos de informática e automação industrial;
  •  materiais para a construção civil;
  •  asfalto e derivados;

Serviços associados à comercialização dos itens financiados por meio do Cartão BNDES

tais como:

  • frete;
  • Instalação e treinamento, cuja execução se dê única e inequivocamente em decorrência da aquisição de tais itens por meio do cartão, com o objetivo de viabilizar a execução física da transação comercial e garantir o correto funcionamento e uso do item adquirido;
  •  serviços de editoração de livros, nos formatos impresso e digital, bem como a impressão de livros;
  •  serviços audiovisuais, tais como: gravação de voz, criação e produção de trilha sonora, pós-produção de áudio, criação de efeitos visuais, tratamento de imagem e autoração de DCP (Digital Cinema Package);
  •  fabricação de CDs, DVDs e discos de vinil gravados, de produção nacional;
  •  serviços de avaliação de conformidade (calibração, certificações, ensaios laboratoriais) prestados por entidades acreditadas pelo Inmetro ou por outras instituições federais;
  •  serviços de acreditação, no caso de hospitais e demais instituições de saúde, desde que prestados segundo os padrões reconhecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS);
  •  serviços de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) e extensão tecnológica, contratados junto a Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) reconhecidas;
  •  diagnóstico de eficiência energética;
  •  serviços de pedido de registro de propriedade intelectual junto ao INPI;
  •  serviços de design, ergonomia e modelagem de produto e embalagem;
  •  softwares prontos e serviços de desenvolvimento de softwares sob encomenda, de websites corporativos e de lojas virtuais;
  •  serviços de avaliação da qualidade de software; e
  •  cursos voltados ao eixo tecnológico “hospitalidade e lazer”, incluindo os de idiomas inglês e espanhol.

Como utilizar o Cartão BNDES?

O cartão pode ter utilidade em:
Compra direta:
Diretamente a partir do Portal do BNDES (onde constam as empresas credenciadas), a compra direta se refere a compra online realizada pelo cliente na plataforma mencionada.
Compra indireta:
Nessa ocasião, há uma negociação com os fornecedores referentes a especificações técnicas dos materiais, de modo que o logo após a negociação e o acordo comercial, o fornecedor autorizado do BNDES insere a compra no Portal do Cartão BNDES e processa a transição.
Sobre o limite de financiamento, pode chegar até R$ 2 milhões por banco, isso vai depender do banco e da análise de crédito de cada cliente. Mais uma vez verifique com seu gerente.
Sobre os Juros
Atualmente em setembro de 2019 os juros então em 1,14% a.m. essa é a vantagem do cartão BNDES dentre outras juros baixos. Clique aqui para consultar a taxa atual.
Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe!
Jonas Gonçalves

Jonas Gonçalves

Auxiliar de Escritório a 9 anos no Escritório Contábil Monvic, na cidade de Doutor Camargo-PR, acadêmico de Ciências Contábeis pela Unifamma em Maringá-PR, formado em Técnico de Auxiliar Administrativo pelo CEBRAC. Blogueiro desde 2010, fundou o Atualiza MEI em 2015 para prestar suporte aos Microempreendedores Individuais, sanando as dúvidas e ensinando a executar suas rotinas por si mesmos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.